O Ato de Desagravo ocorrido na sede do Sindicato dos Delegados de Polícia do Estado de São Paulo – SINDPESP – renovou as forças e a esperança da categoria para uma nova fase.
As “investigações” realizadas pelo Ministério Público, além de inconstitucionais, mostraram-se desastrosas, restando claro que não possui condições de realizar este tipo de trabalho, uma vez que não foram preparados para este fim.
Os Delegados de Polícia de todo o Brasil, atingidos em sua imagem e honra, prestaram total solidariedade e apoio ao Ato de Desagravo realizado em São Paulo. Centenas de mensagens eletrônicas, cartas e outras correspondências endereçadas ao Sindpesp demonstraram que a categoria uniu-se em prol de sua própria sobrevivência.
Aproximadamente 150 Delegados de Polícia acotovelaram-se no auditório do Sindicato, dentre eles, o vice-presidente da Associação dos Delegados de Polícia do Brasil-ADEPOL-BR, Dr. Carlos Eduardo Benito Jorge (DUDU); o presidente da Federação Nacional dos Delegados de Polícia Civil-FENDEPOL, Dr. José Paulo Pires; o presidente do Sindicato dos Delegados de Polícia do Estado do Rio de Janeiro, Dr. Leonardo Affonso; o presidente do Sindicato dos Delegados de Polícia do Espirito Santo, Dr. Sérgio Lucas do Nascimento; o presidente da Associação dos Delegados de Polícia do Espirito Santo, Dr. Lauro Coimbra; o vice-presidente da Associação dos Delegados de Polícia de Santa Catarina, Dr. Carlos Diego de Araújo; o diretor do Sindicato e da Associação dos Delegados de Polícia de Minas Gerais, Dr. Marco Antônio de Paula; a presidente do Sindicato dos Delegados de Polícia da Bahia, Dra. Soraia Pinto Gomes; o diretor do Sindicato dos Delegados de Polícia do Paraná, Dr. Dr. Cláudio Marques Rolin e Silva; a presidente da Associação dos Delegados de Polícia do Estado de São Paulo-ADPESP, Dra. Marilda Pansonato Pinheiro; e o presidente da Comissão de Segurança Pública da Ordem dos Advogados do Brasil-Secção São Paulo, Dr. Arles Gonçalves Júnior, a quem agradecemos e rendemos nossas homenagens.
No final do evento duas propostas foram aprovadas:
Caminhada dos Delegados de Polícia de todo o Brasil em Brasília com concentração em frente ao Ministério da Justiça, porém, este ato dependerá da aceitação e apoio da Adepol do Brasil e demais entidades de classe de Delegados das unidades federativas, com data e horário a serem definidos.

 

ATO DE REPÚDIO
Concentração: Avenida Ipiranga, 909 – em frente ao prédio que abriga a sede da Associação dos Delegados de Polícia do Estado de São Paulo-ADPESP;
Horário: 14:00
Destino: Caminhada até o prédio da Procuradoria Geral de Justiça – Rua Riachuelo esquina com Avenida Brigadeiro Luiz Antônio.

 

http://www.sindpesp.org.br/index.php/79-diretoria/191-ato-de-desagravo

Leave comment

Your email address will not be published. Required fields are marked with *.