Sindicato dos Delegados de Polícia do Paraná

natal sidepol 2017

 

O SIDEPOL/PR parabeniza a todos os Servidores da Polícia Judiciária que foram promovidos recentemente. Prosseguiremos com as cobranças para que o processo de promoção respeite os prazos estabelecidos por lei e que alguns procedimentos sejam modificados, pois geram sérios prejuízos às carreiras dos Servidores, fazendo com que a antiguidade seja desrespeitada e invertendo a questão hierárquica. Parabéns todos.

O SIDEPOL/PR participou  de duas reuniões com representantes de outras categorias na sede do SINCLAPOL. A primeira reunião contou com a presença de representantes dos Servidores da Polícia Judiciária, Policiais Militares, Agentes Penitenciários e Professores. A pauta trata das medidas que serão adotadas para enfrentamento aos abusos que estão sendo praticados contra os servidores no que tange a reforma da previdência. A segunda reunião ocorreu no dia 19 de dezembro, ocasião em que tratamos também da questão relacionada a não reposição das perdas inflacionárias relativas ao ano de 2016. Uma série de medidas estão sendo programadas com a participação de todas as entidades que representam os servidores públicos do Paraná, pois segundo restou demonstrado na exposição da situação financeira do Estado, pelo Secretário Mauro Ricardo, as receitas do Tribunal de Contas, Poder Judiciário, ALEP e Ministério Público crescerão 20,72% em 2017, enquanto as receitas do Poder Executivo terão uma diminuição de 1,6%. Isto significa que os valores  que poderiam ser usados para reposição da inflação para todos os servidores, serão usados para garantir as benesses dos “intocáveis”, beneficiados com a corrupção jurídica.

O Deputado Mauro Moraes afirmou que as Polícias, Judiciária e Militar, tiveram um aumento de cerca de 121% neste governo, querendo com isso minimizar a não reposição das perdas inflacionárias de 2016. Esquece-se o nobre Deputado que apesar de todos estes “aumentos”, alguns Servidores da Polícia Judiciária e da Polícia Militar, em início de carreira, recebem salários inferiores ao auxílio moradia de juízes e promotores que já recebem os mais altos salários do Estado, muitos deles superando o teto constitucional que já virou um mero “piso”. Em que pese o respeito e amizade que tenho com o Deputado Mauro Moraes, restou incompreensível a atitude dos Deputados que votaram contra a medida de retirada do Fundo de Participação do Estado da base de cálculo dos repasses. Resultado, os integrantes destes poderes foram contemplados com aumentos acima da inflação, na ordem de 9,8% e os servidores públicos comuns, nada. Não é a toa que os salários de  alguns Procuradores de Justiça e Promotores ultrapassaram o valor de R$320.000,00 em janeiro de 2016, o que certamente se repetirá em 2017. Graças ao “bom “coração dos Deputados do Paraná, o Tribunal de Justiça adquiriu R$52.000,00 de xícaras de porcelana fina para brindes. Enquanto isso, nossos Policiais irão para a Operação Verão recebendo diárias de R$70,00. Uma verdadeira afronta. Informamos ao Governo e aos nobres Deputados que em breve adotaremos todas as medidas não só para  “matar a fome” dos fiscais da lei, mas também para encher as xícaras de porcelana fina do Tribunal de Justiça com um “bom café”. Aguardem, é ilusão ter acreditado que os Servidores ficariam inertes diante destes abusos. Ou a crise existe para todos ou não existe para ninguém. Nenhum Deputado ou político vai “comprar” a impunidade com a diminuição do poder aquisitivo dos salários dos servidores públicos.

Mesmo em recesso, continuaremos mobilizados. Tenham um Feliz Natal e um ano novo repleto de realizações, certos de que jamais desistiremos da luta. Que Deus abençoe a todos.

A Diretoria.

 


Comentários fechado.


Cadastre-se

Cadastrar

Redes Sociais