Sindicato dos Delegados de Polícia do Paraná

Em ofício (001/2018) enviado nesta segunda-feira (22) ao Dr. Wagner Mesquita de Oliveira, secretário de Estado da Segurança  Pública e Administração Penitenciária, o Sindicato dos Delegados de Polícia do Paraná cobrou explicações referente ao exacerbado número de Policiais Militares atuando em desvio de função.

 

Conforme o ofício n° 001/2018:

Cumprimentando-o, através do presente, considerando o teor das afirmações equivocadas da ASSOFEPAR, reiteramos a Vossa Excelência em caráter de urgência, com fulcro no artigo 5°., inciso XXXIII, artigo 37, § 3°, inciso II e artigo 216, § 2°, todas da Constituição Federal, e ainda com base na lei n° 12.527/2011 (Lei de Acesso à Informação) as informações referentes ao número de Policiais Militares que estão atuando em desvio de função, conforme já solicitado através do ofício 062/2016, expedido em 25 de julho de 2016 (protocolo 14.166.649-5).

A redução do número de homicídios no Estado do Paraná se deve ao esforço conjunto de todos os que integram as Forças de Segurança: Polícia Judiciária, Polícia Militar, e importante mencionar também os nossos valorosos e dedicados integrantes das Guardas Municipais.

Todavia, não só é possível, como necessitamos em caráter de urgência promover uma redução ainda maior do número de mortes violentas. O Plano Orientador Nacional de Planejamento Estratégico da Polícia Judiciária, visa atingir o nível de excelência em matéria de Segurança Pública sem onerar o contribuinte…
Para ler o ofício na íntegra, clique aqui.

 

 


Comentários fechado.


Cadastre-se

Cadastrar

Redes Sociais