Artigos

A crise penitenciária foi “construída” pela irresponsabilidade

Diante da interpretação equivocada do que é ser uma “autoridade” no Brasil, as soluções apresentadas para a crise penitenciária estão de pleno acordo. Um secretário informa que vai construir um muro para separar dois blocos. Maravilhoso. Outro diz que vai asfaltar a estrada de acesso ao presídio. Fantástico. Outro afirma que a crise em seu […]

Leia mais

Notícias

Delegados de Polícia e Sociedade, contra a corrupção e impunidade

INAMOVIBILIDADE JÁ! Delegados de Polícia e Sociedade, contra a corrupção e impunidade. “Enquanto não for aprovada a inamovibilidade dos Delegados de Polícia, o fim dos foros privilegiados, o fim das investigações promovidas apenas pelos próprios pares, e a efetiva devolução aos cofres públicos dos vergonhosos ‘auxílios’ alimentação e moradia para servidores que recebem os mais […]

Leia mais

Artigos

CPI do MP: Desvendando o “Mistério Público II”

Promotores de Justiça e Procuradores honrados deveriam defender insistentemente a instalação da CPI do Ministério Público para apurar crimes dos seus membros em todo o Brasil, notadamente a conduta das respectivas Corregedorias e do Conselho Nacional do Ministério Público. È momento de passar a limpo uma Instituição que não é fiscalizada por ninguém e que […]

Leia mais

Artigos

Ministério Público: A “luta” contra a fome

Os Promotores de Justiça do Paraná são de fato fantásticos. Verdadeiros fiscais da lei. A UNESCO deve em breve solicitar uma cópia da resolução n.º 2.092, que estabeleceu o valor inicial do auxílio alimentação aos membros do Ministério Público, retroativos ao ano de 2004. Esta resolução representa o maior avanço mundial no combate a fome […]

Leia mais

Artigos

Gazeta do Povo: O contribuinte e a Constituição de elástico

É notória a falta de discernimento de algumas autoridades que, desprovidas de senso crítico e de compromisso com a nação, mesmo recebendo os mais altos salários da administração pública, arvoram-se no direito de receber os mais inusitados e vergonhosos auxílios e, sem reação alguma por parte da sociedade, passam a exigir valores retroativos. Há três […]

Leia mais